FitBank
março 15, 2022 Matéria 0 Comment


Os superpoderes para ser um banco nichado

Você sabia que ao controlar pagamentos e informações, sem intermediários, empresas podem se transformar em um banco voltado exclusivamente ao seu nicho? Nós oferecemos toda a infraestrutura.

Cada vez mais, as empresas, como donas das relações financeiras, percebem que ganham “superpoderes” e podem se transformar em um “banco nichado”, voltado para o seu público e seu mercado. 

Com o controle das informações e dos pagamentos em suas mãos, o “banco nichado” é uma solução que aproxima clientes, fornecedores, parceiros e colaboradores, o que agiliza e facilita a formalização dos negócios, abrindo o campo para a oferta de novos produtos para esses ecossistemas.

“Com o banco de nicho, é possível transformar jornadas de negócios já existentes em marketplaces de produtos e serviços que interessem aos seus parceiros e correntistas”, explica Mauricio Zaragoza, nosso sócio-fundador.

Nós fornecemos às empresas todo background para que atuem como um banco de nicho.

O controle sobre a formalização do negócio, que é a gestão do pagamento e do dinheiro, é um “superpoder” que as empresas passaram a experimentar recentemente, com a revolução do mercado de meios de pagamento, cada vez mais dinâmico e eficiente. 

Outro “superpoder” que garantimos ao seu cliente é o acesso à informação detalhada e precisa sobre cada pagamento. A empresa ganha uma logística de dados que mostra onde há espaço para a oferta de novos produtos e serviços financeiros e não financeiros para seu público.

Banco do leiloeiro rural 

 

AgroPago, o banco do leiloeiro na pecuária, usa o nosso core banking e reúne as informações dos clientes dos leiloeiros, dos leilões, dos vendedores, dos animais e dos compradores.

Hoje, o leilão de animais e a cobrança acontecem em sistemas separadores. Se o cliente precisar de um empréstimo, por exemplo, tem de ir até uma instituição financeira e buscar o serviço, com todo o trabalho de passar as informações necessárias para uma operação como esta. 

Com a nossa infraestrutura, o AgroPago oferece aos seus clientes os serviços financeiros que precisam, tudo numa mesma jornada, transformar as leiloeiras em um marketplace. 

Fruto da união das empresas HastaPró, especializada em leilões rurais, e o Acerto Fácil, uma startup para a gestão de recebíveis na pecuária, em especial de vendas de animais.

O AgroPago atuará de ponta a ponta no negócio de venda e leilões de animais (gado, suíno, cavalo etc), fazendo a gestão de vendas, contratos e pagamentos. A empresa tem a expectativa de atingir, em 3 anos, 30% de um mercado de leilões rurais que movimenta hoje R$ 3 bilhões por ano no Brasil.

O novo “banco” já começa grande: o HastaPró controla em média R$ 286 milhões por ano e o Acerto Fácil, que já usa a nossa tecnologia há três anos, viu sua movimentação financeira crescer em mais de 200% desde 2018. 

Com uma carteira de 500 usuários, o Acerto Fácil movimentou em 2021 R$ 25 milhões (R$ 3 milhões acima da meta), num crescimento de 40% no ano. 

Banco do caminhoneiro e do transportador 

 

O RodoBank, já nasceu como um banco de nicho de caminhoneiros. Rafael Fridman, diretor de produtos do RodoBank, diz: “Usamos o core banking do FitBank. Construímos uma camada de logística em cima da conta digital que ele nos entrega”.

Eles atuam desde 2018 e já movimentam cerca de R$ 80 milhões ao mês, oferecendo à cadeia logística pagamento de frete, pedágio, salários, combustível e gestão de frota.

“Os nossos esforços do ponto de vista de jornada e de experiência estão focados em um público que tem dores específicas. Hoje em dia não tem mais espaço para você tratar os clientes de uma forma única, como fazem os bancos de varejo”, afirmou Fridman. 

O principal público-alvo do RodoBank são as transportadoras, que podem abrir contas digitais para os seus motoristas e estes, para os seus dependentes. 

Com a solução de nicho, a relação com o cliente também é mais personalizada. “É preciso pensar em canais, discurso, serviços, preços, produtos, ou seja, é preciso individualizar a relação e entregar ao cliente o que faz diferença para ele”, completa. 

Autônomos de todas as áreas

 

Os trabalhadores autônomos ou com empregos temporários e flexíveis, como corretores de imóveis e representantes da chamada venda porta a porta, também têm necessidades financeiras que não são fornecidas por instituições bancárias tradicionais, mas que são facilmente preenchidas por um “banco de nicho”.

Com pouco dinheiro de reserva e sem ganho regular, esta clientela busca pagamentos rápidos e alternativas financeiras que a ajudem a cobrir despesas mensais. 

Um exemplo de solução para este público autônomo é o Infiniti Bank, que criou o banco do corretor, voltado inteiramente para o setor imobiliário. “Há muitos corretores que têm problemas para receber sua comissão. Como não têm um pagamento regular, eles também demandam outros serviços. O banco do corretor facilita a vida deles com um canal de pagamento de comissão e a antecipação de recebíveis”, explica Leandro Capozzielli, presidente do grupo Infiniti. 

Com a nossa tecnologia, o banco do corretor realiza o pagamento da comissão dos corretores, que também têm uma conta virtual e podem fazer outras operações. Tudo acontece de forma mais fácil para todos os lados. 

A tecnologia FitBank consegue encaixar produtos e serviços nas jornadas existentes das empresas e facilitar a vida dos seus clientes e parceiros.

Quer saber mais? Fale com o nosso time de especialistas e saiba como as soluções de Banking as a Service do FitBank podem multiplicar o volume de transações da sua empresa e ajudá-la a vender mais.