tesouraria 4.0
FitBank
fevereiro 09, 2022 Matéria 0 Comment
tesouraria 4.0


Entenda como modelo Plug & Play de tesouraria 4.0 pode acelerar o crescimento de empresas de vendas diretas

A pandemia fez o setor de door to door crescer. As vendas por meio de revistas, catálogos e comércio em casa aumentaram 10,5% em 2020 graças à tesouraria 4.0.

De acordo com a DSN, associação de vendas diretas dos Estados Unidos, dados apontam que a tecnologia financeira e a inovação são o trampolim do desenvolvimento ainda maior dessa área.

A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas estima que 25 milhões de pessoas trabalham neste setor, e fazer o pagamento desse contingente de trabalho é um grande desafio. A gestão de pagamentos de centenas de milhares de vendedores é extremamente complexa e cara. Por outro lado, uma tesouraria 4.0 traz potencial competitivo e garante expansão organizada e redução de custos.

A maioria das empresas door to door ainda faz a tesouraria de forma tradicional, tendo que emitir milhares de boletos ou fazer operações como TED, por exemplo. 

O FitBank permite, a partir de uma parametrização, que o dinheiro seja separado e tagueado, que os boletos sejam pagos com splits, com regras e prazos diferentes, como por exemplo, comissões específicas conforme a estratégia, o produto, a região e o nível do promotor, através de uma solução plug and play

Qual é o cenário do Brasil em vendas diretas e qual a relação com tesouraria 4.0?

Como sexto maior mercado do mundo em vendas diretas, segundo a Federação Mundial das Associações de Vendas Diretas, o Brasil conta com 4 milhões de empreendedores independentes vendendo produtos de beleza, utilidades domésticas, roupas e alimentos, entre outros, e muitos desses prestadores não têm conta em banco.

A mesma coisa acontece com os consumidores. Ao todo, são 34 milhões de brasileiros desbancarizados, segundo a pesquisa mais recente do Instituto Locomotiva.

O FitBank dá a qualquer empresa o poder de banco, além de a possibilidade de ter acesso ao comportamento de uso, para analisar melhor sua estratégia, gerando maior recorrência e fidelização de revendedores, além de possibilidade de desenvolver produtos mais ricos e dinâmicos.

A importância do Embedded Finance

Este movimento faz parte da tendência do embedded finance, que é incorporar finanças em negócios de outros setores. O foco está na geração millennial, tanto para consumir quanto para vender os produtos. 

Por isso, nos últimos 5 anos, as empresas investiram em canais digitais consistentes na Internet, principalmente nos smartphones, para disputar mercado com o e-commerce, que possuem sistemas de pagamentos próprios. 

Assim, a empresa soluciona o problema do pagamento e ainda fideliza o vendedor, que entende que aquela empresa oferece uma gama de serviços e benefícios financeiros a ele.

E onde entra o FitBank?

O FitBank é a Infratech das fintechs. Oferecemos solução plug and play, com uma série de serviços com tecnologia de ponta que dão poder de banco para qualquer empresa. 

O FitBank completou 6 anos de existência e conta com autorização do Banco Central, operando com o número 450. Temos o JP Morgan e a CSU como sócios e fazemos negócios B2B2C, impactando 70 milhões de  pessoas físicas e jurídicas, entre elas clientes de fintechs, neobanks, varejistas, indústrias e prestadores de serviços.

Além disso, também trazemos soluções modernas e baratas para o desenvolvimento deste tipo de negócio.

Converse com o nosso time de especialistas e entenda como as soluções de Banking as a Service do FitBank podem impulsionar suas vendas diretas.